English Version  |  Contactos  |  Localização  
 
Althum.com  

Rua Conde de Sabugosa, 7 1º dt.º
1700-115 Lisboa, Portugal
(+351) 218 409 406

 
 
HomeAlthum.comLivrosMúsicaEventosBusiness Registar  |  Login 0 Itens Carrinho
 
     
 

CATÁLOGO/

Livros

Património
Pequenos Tesouros
Projectos Especiais
Outros Temas

Música

DVD
CDs

Eventos

Concertos
Espectáculos
Lançamentos
Exposições


PESQUISA/

Pesquisar

Procurar por/


# A B C D E F G
H I J K L M N O
P Q R S T U V W
X Y Z  

Eventos > Lançamentos

«Portugal na Porcelana da China - 500 anos de comércio» com 45% de desconto
01-07-2013 a 31-12-2013 - Em qualquer local


Juntamo-nos às celebrações dos 500 anos da chegada do primeiro europeu à China, o navegador português Jorge Álvares, com uma acção muito especial. A partir de hoje, qualquer um dos quatro volumes já editados de «Portugal na Porcelana da China: 500 Anos de Comércio» poderá ser adquirido por €125. Uma redução de 45% relativamente ao preço original.

Uma das páginas do interior do volume II

«Portugal na Porcelana da China: 500 Anos de Comércio» é uma obra única, que documenta exaustivamente, com base em pesquisa primária, as encomendas de porcelana chinesa efectuadas pelo mercado português desde os idos de quinhentos. Cada peça é identificada através do seu local de proveniência, ano de produção, dimensões e proprietário, acompanhada de uma «Leitura heráldica», «Descrição geral e comentários» e profusamente ilustrada com imagens de irrepreensível qualidade. O texto é bilingue, em português e inglês.

Imagem de página dupla no interior do volume III

Para encomendar, basta enviar um mail para info@althum.com (clique no endereço para obter e-mail)

 

Chegada dos portugueses à China

Após a descoberta do caminho marítimo para a Índia, os portugueses continuaram as suas explorações para oriente. Assim, em 1513, Jorge Álvares chegou à Ilha de Ling-Ting, onde ergueu um padrão e onde foi enterrado em 1521. Em 1515, Rafael Perestrelo chegou ao Rio da Pérola. Estes terão sido os primeiros contactos dos portugueses com a China. A partir daí vão intensificar-se os contactos, sobretudo de ordem comercial. Após alguns incidentes, as autoridades chinesas proibiram o comércio com os portugueses até que restituíssemos Malaca ao anterior sultão. Os portugueses passaram então a contrabandear, até que, por volta de 1554 as relações normalizaram. Foi nestas terras da China que se estabeleceram os Jesuítas, entre os quais se salientou S. Francisco Xavier, mas também alguns missionários portugueses, dois dos quais foram assassinados em 1521, no Rio da Pérola. Por 1553, Leonel de Sousa obtém autorização para que os portugueses se possam estabelecer em Cantão e em Macau. Macau foi depois entregue aos portugueses como recompensa do auxílio por eles prestado aos chineses contra a pirataria marítima no período de 1557 a 1564.

Infopedia

 

Contracapa do volume IV

 

Portugal na Porcelana da China: 500 anos de comércio (aceda aos links para saber mais sobre cada um dos volumes)

Volume I - As primeiras peças de porcelana «azul e branca» manufacturada durante a dinastia Ming e destinadas a Portugal. 110 ilustrações.

Volume II - As peças encomendadas desde a segunda metade do século XVII até finais do XIX pelos reis e rainhas de Portugal, por Ordens Religiosas e por membros do Clero. Mais de 440 páginas e de 330 ilustrações.

Volume III - As peças encomendadas pela aristocracia civil portuguesa desde o final do século XVIII até meados do século seguinte. Mais de 288 páginas e de 155 ilustrações.

Volume IV - As peças encomendadas pela aristocracia civil portuguesa dos meados do século XVIII a 1800. Mais de 310 páginas e de 199 ilustrações.


Página inicial de identificação de uma peça, no volume III

 
POMAR XVI Desenhos
POMAR XVI Desenhos
 
 
 
Destaques/
 
 
     
 

© althum.com - Todos os direitos reservados     info@althum.com | Site Map | Política de Privacidade